ASSOCIAÇÃO DE SENHORAS DE ROTARIANOS

Casa da Amizade de Blumenau

                                       Home Acima Procurar

 

 


Home
Acima
 

 

 

PROJETO GRUPO VOCAL DA AMIZADE

Dentro de todas as atividades que desenvolve junto as Entidades pela ASR assistidas, visualizou-se uma necessidade de um trabalho que trouxesse aos institucionalizados das instituições, (crianças, idosos, portadores de necessidades especiais e comunidade carente), uma atividade que pudesse passar um objetivo cultural e de entretenimento.

Além disso, buscando trabalhar dentro dos objetivos estatutários da ASR de Blumenau, que é a promoção de amizade e companheirismo dentre todas as associadas, procurou-se criar uma atividades que fosse diferenciada de todas as ASR do Brasil e que promovesse essa união e companheirismo.

Com esse espírito, e aproveitando uma oportunidade comemorativa, um grupo de associadas decidiu-se reunir para cantar juntas, e tal iniciativa transformou-se no Projeto hoje intitulado Grupo Vocal da Amizade.

2.2 – Responsável elaboração e execução do Projeto:

Marli Capello

2.3 – Funções:

Coordenadora do Grupo Vocal da Amizade

2.4 - Público Alvo/Metas:

  • 1.- 19 Entidades Beneficentes pela ASR assistidas,

  • 2.- A propria ASR, para seus eventos, promoções e para seus objetivos sociais;

  • 3.- Comunidade Blumenauense.

  • Não existe faixa-etária

  • Participar de todos os eventos programados pela ASR e respeitar sempre os convites para apresentação.


2.5 Modalidade de Atendimento e Ação Desenvolvida:

MODALIDADE DE ATENDIMENTO

- Instrumento de disseminar música e entretenimento para a comunidade carente e companheirismo entre as associadas voluntárias.

AÇÃO DESENVOLVIDA

  • Ensaios semanais com Maestro.

  • Apresentações.

2. 6. Ação executada desde:

07 de outubro de 1996 - Longo prazo

3. DESENVOLVIMENTO DO PROJETO


Histórico da Instituição:

A Associação de Senhoras de Rotarianos de Blumenau (Casa da Amizade) é uma associação civil sem fins lucrativos, fundada em 07 de outubro de 1966, que teve início com o encontro de algumas senhoras de rotarianos enquanto eles participavam das reuniões de Rotary.

Hoje, a ASR de Blumenau conta com mais de 260 voluntárias associadas, sendo esposas, viúvas, noivas ou companheiras dos rotarianos dos nove Rotary Clubes de Blumenau, ou sócias colaboradoras convidadas.

Com o ideal de servir e com o espírito de companheirismo, a ASR desenvolve com a ajuda de suas sócias um trabalho filantrópico diferenciado, sendo sua principal meta, dar assistência e trabalhar em parceria com as diversas entidades filantrópicas do município.

Procuramos doar às entidades assistidas, vários tipos de materiais, equipamentos, alimentos, roupas e demais suprimentos. Também realizamos dentro das instituições festivas e promoções dedicadas ao público institucionalizado. Além disso, incentivamos profissionais voluntários a doarem parte do seu tempo para se dedicar com seu trabalho e conhecimento junto às pessoas que fazem parte destas entidades. Atualmente, a ASR assiste as seguintes entidades: ABAM, ABAPA, ABLUDEF, ACEVALI, AFEBLU, APAE, ASILO SÃO SIMEÃO, CASA DA ESPERANÇA, CASA DE APOIO A CRIANÇAS COM NEOPLASIA, C.E.I. ROBERTO RUDOLPH BARTH, ALA INFANTIL DO HOSPITAL SANTO ANTÔNIO, LAR BETHÂNIA, LAR BETHEL, PRÓ-FAMILIA, REDE FEMININA DE COMBATE AO CÂNCER, ASILO SÃO LUCAS, CEI PAULO ZIMMERMANN, ESCOLA HERMANN HAMAM, APPM ASSOC. PAIS E PORTADORES DE MIELOMENINGOCELE.

Projeto Pela ASR hoje desenvolvidos:

1) PROJETO PLANETA AZUL (Cei Robert Rudolf Barth - Itoupavazinha):

Vai, vai, vai, começar a brincadeira”, para crianças de até 7 anos de idade. São aulas que abordam os bons costumes, resgate de valores morais e cívicos, além do respeito ao meio ambiente.

2)PROJETO LABORE em parceria com a Fundação Pró-Família (Fundação do Bem Estar da Família Blumenauense), no qual atuamos da seguinte maneira:

  • Atuar dentro do Projeto “CONSTRUINDO CIDADANIA ATRAVÉS DO TRABALHO APRENDIZ”;

  • Divulgar a existência de jovens disponíveis para trabalhar por meio período como adolescentes aprendizes;

  • Divulgar entre nossas associadas e rotarianos a oportunidade de proferir palestrantes aos adolescentes aprendizes, sobre os mais variados temas (ética, família, trabalho, saúde, prevenção ao uso de drogas, dentre outros).

Sabemos que, para alcançar o estágio em que nos encontramos hoje, tivemos que trilhar um longo caminho. Caminho este que apresentou diversas vezes obstáculos que pareciam intransponíveis. Todos os trabalhos realizados e conquistas firmadas nestes quarenta anos de história, só foi possível graças a participação e ao esforço das 53 presidentes que já passaram pela Associação de Senhoras de Rotarianos, bem como de todas as companheiras que de uma forma ou de outra se dedicaram a esta importante instituição chamada Casa da Amizade.

3.13.2 Histórico da Ação:


O Grupo Vocal da Amizade foi formado no ano de 1996, para a comemoração dos 30 anos de existência da ASR - Associação de Senhoras de Rotarianos- Casa da Amizade de Blumenau. É, hoje, constituído por vinte e quatro associadas e um maestro, Marco Túlio Gonçalves, e presta um inestimável serviço à comunidade blumenauense através de suas apresentações de canto, levando arte e espírito solidário aos mais diversos eventos no município.

O Grupo Vocal da Amizade já possui dois CDs, gravados em 1999 e em 2005, os quais foram distribuídos em Casas da Amizade do Estado de Santa Catarina. Com a proximidade do Natal o Grupo Vocal da Amizade já está ensaiando músicas natalinas para as apresentações de fim de ano, e formando repertório para seu terceiro CD, para já ser vendido no Natal de 2007.

O Grupo Vocal da Amizade não cobra por suas apresentações, pois não visa lucro. Os honorários do maestro são de responsabilidade da A.S.R. - Casa da Amizade, bem como outas despesas para a manutenção do Grupo Vocal.

E o objetivo maior do Grupo Vocal da Amizade é entretenimento ao público alvo da ASR e companheirismo e amizade dentre as associadas.

3.3 – Descrição da Estrutura Física

A estrutura física necessária para realização do Projeto é uma sala para poderem ensaiar semanalmente as componentes do Grupo.

3.4– Justificativa:

  • 1.é um projeto que não requer custos financeiros elevados para ocorrer, por ser dependente exclusivamente da ação da pessoa que irá realizar as palestras (associadas e voluntários) e uma pequena contraprestação para o Maestro;

  • 2.possibilita às associadas do Grupo Vocal da Amizade uma forma de encontro, amizade e companheirismo, objetivo estatutário da ASR;

  • 3.é um projeto especialmente destinado para as entidades assistidas pela ASR e o publico alvo institucionalizado;

  • 4.é um projeto que criou uma oportunidade de entretenimento em diversos eventos sócio-cultural-recreativo da cidade de Blumenau (ex. Feira da Amizade);

  • 5.é um projeto único dentro das ASR do Brasil inteiro;


3.5Objetivos

3.5.1Objetivo Geral:

Criar uma opção de entretenimento para as entidades assistidas dentro dos objetivos estatutárias da ASR de Blumenau.

3.5.2 Objetivos Específicos

3.5.6 Atividades

  • Apresentações Culturais

  • Divulgação da ASR de Blumenau

  • Divulgação dos Trabalhos da ASR.

  • Trazer companheirismo dentre as associadas

  • Entretenimento às Entidades Assistidas

  • Divulgação das Entidades assistidas pela ASR

  • Através das entidades assistidas;

     

  • A imagem da ASR fica vinculada ao Grupo Vocal da Amizade em suas apresentações;

  • Este é um dos projetos que a ASR de Blumenau aplica dentro da Comunidade Carente.

  • Com um espírito voltado à amizade e companheirismo, divulga-se o Gurpo Vocal dentro das Reuniões Ordinárias da ASR, onde sempre fica aberta a possibilidade de nova componentes integrarem-se ao Grupo

  • O Grupo Vocal da Amizade leva música e alegria em todas as instituições assistidas pela ASR, e seus institucionalizados

  • Ocorrendo uma apresentação em uma entidade assistida, automaticamente as associadas tem a oportunidade de conhecer os trabalhos realizados pela instituição.

3.6 Metodologia:

O Grupo Vocal da Amizade, formado por 24 associadas voluntárias reúne-se semanalmente, para ensaiar, todas as segunda-feira, no Centro Cultural 25 de julho, que graciosamente lhes oferece uma sala para ensaiarem juntamente com o seu maestro.

Todas as partituras e materiais necessários para o melhor desempenho e apresentação do Grupo Vocal da Amizade são suportados financeiramente pelas componentes do Grupo.

E a Associação de Senhoras de Rotarianos de Blumenau – Casa da Amizade, é parceira financeira no projeto, doando mensalmente uma parte do valor que é pago à Coordenadora do Grupo Vocal da Amizade para auxiliar ao pagamento da contribuição do maestro.

As apresentações para as reuniões da ASR já são anualmente pré-determinadas pela Diretoria e as demais apresentações são definidas pela Diretoria da ASR, durante o ano, quando julgar conveniente para a entidade a qual irá se apresentar, o evento que está realizando e as datas que pode se apresentar por convites.

4. INDICADORES DE AVALIAÇÃO:

Atividade

  • Companheirismo;

  • Forma de Entretenimento aos eventos da cidade;

  • Captação de voluntárias para comporem o Grupo;

  • Em eventos destinados à campanhas e promoções em prol das entidades;

  • Apresentações nas Entidades Assistidas, em Feiras, exposições, e eventos municipais.

Indicador Quantitativo e/ ou Qualitativo

  • Aceitação do público;

  • Pela aceitação e reciprocidade dos convites feitos pela ASR às companheira

  • Pela assiduidade, pontualidade e integração de todos os membros do Grupo Vocal nos ensaios

Meio de Verificação

  • Divulgação da ASR – Casa da Amizade de Blumenau;

  • Convites de inúmeras instituições privadas e públicas para a apresentação do Grupo

  • Parâmetro convites realizados e convites aceitos.

  • Presenças nos ensaios;

  • Nas reuniões festivas da ASR e nas apresentações realizadas; na aquisições dos CD já editados e comercializados pelo Grupo

7. BIBLIOGRAFIA:

  • Lei nº 10.097, de 19/12/2000;

  • Decreto nº 5.598, de 01/12/2005;

  • CLT;

  • Estatuto da Criança e do Adolescente;

  • Constituição Federal de 1988;

  • Portaria Mtb nº 20/2001;

  • Portaria Mtb nº 702/2001;

  • Convenções nº 138 e 182

  • Recomendações nº 146 e 190 da OIT